Sopa de abobrinha com chancliche

sopa-de-abobrinha-com-chancliche-2-leticia-massula-para-cozinha-da-matilde-700x466

Adoro essa sopa de abobrinha aqui. É fácil de fazer, cheia de bossa, sabor, calor e, pra quem se preocupa com isso, quase sem calorias. A textura fica aveludada e o sabor muito delicado.

O charme fica por conta do versátil chancliche (ou ariche), um queijo árabe delicioso, que vai bem com quase tudo e que a gente encontra em empórios árabes e até no supermercado. Outra graça dessa sopinha são as fitas de abobrinha grelhadas que finalizam o prato. Todo o passo a passo aqui para vocês.

 INGREDIENTES – 4 PORÇÕES
– 4 abobrinhas
– ½ chancliche desfeito com o garfo (queijo árabe encontrado à venda em empórios sírios e libaneses puro como usei, ou coberto de zátar ou pimenta calabresa)
– 1 cebola pequena brunoise (cubos mínimos)
– 2 dentes de alho brunoise
– 4 colheres de azeite de oliva
– ciboulette
– 1 litro de água
– ½ pimenta dedo-de-moça em lâminas (opcional)
– sal e pimenta-do-reino a gosto

MODO DE FAZER

– Com a ajuda de um descascador de legumes faça fitas de uma das abobrinhas (aproximadamente 4 fitas por porção). Corte o restante das abobrinhas em cubinhos.

– Aqueça uma frigideria antiaderente (sem azeite) e disponha as fitas de abobrinha, deixe que dourem dos dois lados. Reserve.

– Em uma panela sue a cebola em 3 colheres de azeite e uma pitada generosa de sal. Acrescente o alho.

– Junte a abobrinha em cubinhos e mexa com delicadeza até que mudem de cor. Acrescente água. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo médio.

– Quando a abobrinha estiver macia (cozida), passe o conteúdo da panela pelo mixer ou bata no liquidificador. Volte para a panela, deixe ferver e reduzir até ficar uma sopa encorpada e aveludada. Ajuste o sal.

– Em um prato disponha rolinhos das fitas de abobrinha grelhadas no centro e então a sopa. Salpique com o chancliche, gotas de azeite, pimenta moída na hora e ciboulette.

Cozinheira e pesquisadora da comida brasileira

Cozinheira mineira-goiana radicada no planalto central, Letícia Massula divide seu tempo entre o fogão e o Cerrado, de onde coleta ingredientes e inspiração para suas receitas. Desde a década de 70, esquenta a barriga no fogão. É especializada em estilismo culinário e carnes e tem como foco de estudo e pesquisa a comida brasileira e, em especial, os ingredientes e hábitos alimentares brasileiros. Estreou a primeira produção nacional para a BBC HD, o programa Brazil Cookbook, sobre comida brasileira, que estreou no ano da Copa do Mundo e foi transmitido para toda a América Latina, do Chile ao México. O que rendeu uma boa pesquisa sobre comida brasileira. Desde 2013, empreendeu um projeto pessoal de viagens de pesquisa pelos diversos biomas brasileiros. Dessas viagens, inúmeros caderninhos de anotação foram se juntando e acabaram dando forma a textos que publica em seu site pessoal, a Cozinha da Matilde.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.