O Poder da Camomila

Começamos quentes no Gastronomix, diferenciando chá de infusão, lembra? Mas até agora só abordamos de forma um pouco mais específica o chá. Deixamos as infusões/tisanas para um segundo momento e… Tchantchantchantchaaaaaan! A hora delas também chegou!

Para hoje, escolhi como protagonista de nossa coluna a Camomila, uma flor linda e muito aromática, que costuma enfeitar lanches e cuidados da família brasileira.

 

Tá nervoso? Camomila. Quer dormir e não consegue? Camomila. Nossa florzinha é sempre lembrada por suas propriedades calmantes. Mas ela vai além. A fitoterapia já relacionou seu uso ao tratamento da saúde feminina (cólica e candidíase, por exemplo), enjoo, má digestão e gases, inflamações na pele e garganta e até diabetes. Ela é singela, pequenininha, aparentemente delicada. Mas tem um poder gigante de nos surpreender. É anti-inflamatória, bactericida, antioxidante. Cuida da gente por dentro e por fora, quando bebemos a infusão ou a usamos em compressas.

E é deliciosa! Suavemente doce, tem o poder de, na xícara, nos transportar a um mundo de afeto, que conhecemos ainda crianças. Minha memória afetiva me remete aos dias em que estava doente e não podia ir à aula. Ficava em casa assistindo Xou da Xuxa, tomando “chá” de Camomila e comendo pão de queijo da Tidinha, minha segunda mãe! 🙂

Seu uso não é recomendável a gestantes e pessoas que fazem uso de anticoagulantes (há estudos que dizem que ela reduz a eficácia desses medicamentos). É bom sempre consultar um médico, viu? Alimento pode ser remédio… Mas também pode ser veneno!

Para beber a infusão de Camomila, utilizo de uma a duas colheres de sobremesa das flores da planta seca para 200/250 ml de água. Depois de fervida a água, aguardo um minuto e adiciono a camomila seca; deixo em infusão por  três minutos; coo e pronto! Para utilizar a infusão como compressa, preparo da mesma forma que faria para beber. Depois, aguardo até que a infusão esteja morna (cuidado aqui, pra não queimar a pele!), mergulho um tecido limpo na bebida e coloco sobre a pele. Deixo por alguns minutos e retiro.

Há algum tempo, tive a oportunidade de visitar um campo de Camomilas (e só tenho uma coisa a dizer: uaaaaaaaau!). A convite da Farmacotécnica, uma farmácia de manipulação de Brasília, fui até a chácara onde eles mantêm o cultivo orgânico de diversas plantas e ervas medicinais. Fica no Park Way, em um lugar chamado Vargem Bonita.

Em setembro (estamos quase lá!), na época de colheita da Camomila, a Farmacotécnica desenvolve com escolas públicas do DF, o projeto “Preservar“, que envolve essas visitas e explicações – dadas pelos alunos e farmacêuticos da empresa – sobre as ervas, para não deixar a tradição do seu uso se perder no tempo. É um projeto sócio-pedagógico lindo, incrível e muito bem desenvolvido. E mais lindo ainda é o visual da chácara:

Se você quer ver isso de pertinho, fique ligado nas informações da Farmacotécnica, que costuma abrir as visitações no final de agosto. É necessário um pré-agendamento, que pode ser feito pelo email [email protected] Depois, é só se encantar! 🙂

Quero agora saber de sua experiência com essa flor tão fofinha. Você tem alguma memória afetiva relacionada a esse “chazinho”? Aquele conhecido aroma te transporta a algum lugar especial? Algo me diz que “vejo flores em você”!

Ah, se quiser me acompanhar pelo Instagram ou Facebook, lá estão as imagens que ilustram na prática tudo o que falamos por aqui, feitas a partir do meu #momentomágico: @chazeira (insta) ou @eloinachazeira (face) . Te espero lá, pra não morrermos de saudade até a próxima quinta, certo?

Beijos e bons chazinhos! Ou boas infusões! 🙂

Especialista em chás

Se tiver chá, lá ela estará! Apaixonada pelo mundo dos chás e tudo o que com ele se relaciona, de porcelana a livros, de lugares a receitas, de comidinhas a experiências. Acredita que a xícara perfeita é capaz de criar momentos mágicos; a eles se entrega com toda a sua verdade... E eterna curiosidade! Especialista em chás e tea blender por paixão, servidora pública por profissão. Em Brasília/DF.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.