Martini Vesper e o Brazilian 007

martini-vesper

Dois drinks ficaram famosos nos filmes de James Bond, o agente secreto britânico também conhecido pelo código 007: o Vodka Martini e o Martini Vesper.

O primeiro é o irmão do famoso Dry Martini, mas com a troca do Gin pela Vodka e o método de preparo batido e não mexido. Esta mudança que originou a frase famosa da série  “shaked not stired”.

O Martini Vesper, ficou famoso no filme Casino Royale de 1967. Vesper Lynd era o nome da bond girl do momento. O coquetel mistura a Vodka ao Gin, e seu preparo é feito na coqueteleira e não no mixing glass (método batido).  Junto aos destilados se adiciona o aperitivo Lillet e a casca de limão siciliano. O drink re aparece em versão recente do filme de 2006 com o ator Daniel Craig.

Quando Vesper (a personagem) pergunta a Bond se ele nomeou o drink depois de conhecê-la devido ao sabor “bitter aftertaste” (amargor após provar), ele responde: “uma vez que você prova, você não vai querer nada mais”.

Martini Vesper (receita clássica)

– 90ml de Gin (Gordon’s originalmente)
-30ml de Vodka
-15ml de Lillet Blanc (french vermouth)
-zest com casca de limão siciliano e uma lasca do mesmo para decorar

Modo de preparo
Preparar na coqueteleira com gelo (pedras firmes e sólidas). Adicionar a Vodka, o Gin e o Lillet, bater bem. Servir em taça martini previamente gelada com dupla coagem (passador e peneira de bar). Adicionar um zest de limão siciliano e decorar com uma lasca ou tirinha da casca do próprio limão.

Em uma tarde de domingo, preparando um Vesper com meu namorado, ele me disse: “porque não fazermos uma versão “a brasileirada”? “ Eu questionei: “como você sugere?” Cesar sugeriu substituir a vodka pela cachaça envelhecida. Não é que ficou uma delícia!

A cachaça trouxe um aroma amadeirado e um sabor mais adocicado ao drink. A receita é idêntica a do Vesper apenas trocamos a dose da vodka pela de cachaça e e o zest do limão siciliano pelo tahiti (mais Brasileiro). Fizemos uma brincadeira batizando o coquetel com o nome de Brazilian 007.

Achei este trecho do filme de 67 no youtube que vale conferir e dar muita risada. O elenco é fantástico!:

* Kina Lillet é um aperitivo de vinho branco feito em Podensac, uma cidadezinha da região de Bordeaux, na França. A mistura tinha um sabor amargo porque continha quinino (daí o nome Kina), mas a quantidade de quinino da receita original foi reduzida em 1986. No entanto, a bebida existe até hoje no mercado mas agora com o nome de Lillet Blanc.

 

 

arquiteta, cenógrafa e blogueira de coquetelaria

Juliana Raimo presta consultoria em coquetelaria para veículos de comunicação, desenvolve cardápios de drinks conceituais junto a bartenders convidados para eventos e presta consultoria para restaurantes na conceituação e realização de cartas de drinks. Realiza também festas temáticas que unem a coquetelaria, gastronomia, arte e música. Já escreveu para mídias como Revista da Gol, Prazeres da Mesa, site Dedo de Moça, site B-Coolt entre outros. Desde 2009, assina a coluna drinkme no blog Gastronomix. Com mais de 300 artigos publicados, fala do universo dos coquetéis e convida o leigo a aprender a arte de preparar e apreciar um bom drink. Atualmente, realiza degustações de drinks por toda a cidade e leva ao leitor dicas de onde ir, quais bartenders procurar e o que beber em São Paulo e pelas cidades que passa.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.