Experiência gastronômica em meio às montanhas

montanhas_flavio

Naquela região onde um interminável mar de montanhas liga a terra fluminense às Minas Gerais, um velho caminho resiste. Era por ele, cruzando os atuais municípios de Paraíba do Sul e Petrópolis, que o alferes Joaquim José da Silva Xavier passava em suas viagens à capital da colônia. Dizem até que ali, na pacata localidade de Sebollas, o inconfidente possuía uma namorada e teria deixado descendência.

Do lado petropolitano do caminho, fica o distrito de Secretário. Hoje a região já não é mais rota de transporte do ouro mineiro para o porto do Rio, com Lisboa como destino final. Atualmente Secretário (em conjunto com Sebollas) se transformou num pólo de haras e propriedades rurais no meio das montanhas, muitas delas dedicadas à produção artesanal de alimentos e à gastronomia. São produtores de queijo de cabra e de búfala, geléias, doces e compotas, verduras, cogumelos e cachaça, entre outros.

Uma novidade no cenário gastronômico da região foi o surgimento de um pequeno restaurante, quase artesanal, com cara de casa de campo (é realmente em uma linda propriedade rural). O Sítio Gastronômico fica a cinco minutos da vila de Secretário e é comandado por um jovem casal: a chef Anna Dolezal, aluna do Cordon Bleu no Rio, comanda a cozinha, enquanto Lucca Medeiros cuida do salão e da recepção dos convidados.
O menu é enxuto e muda todos os meses. Na nossa visita, nos deliciamos com um Brie empanado com chutney de cebola de entrada, seguido por costeletas de cordeiro (servidas no ponto exato) com risoto parmigiano e gnocchis ao molho pesto e burrata. Para beber, um Chianti Classico Brancaia 2013, competente acompanhamento para nossos pratos.

O novo menu parece muito promissor. Como entrada, um carpaccio de carne com molho de mostarda dijon, tomate assado com pesto de rúcula e queijo canastra maçaricado. Entre os pratos principais, risoto de funghi, spaghetti com ragu de costela de angus, e costela de porco com purê, no molho demi-glace.

Para completar nossa experiência, no fim do almoço, a chuva fina deu uma trégua, e a tarde nos presenteou um arco-íris em meio à vista das montanhas. Não sou supersticioso, mas acho que foi um sinal de muito sucesso para o Sítio Gastronômico.

AVALIAÇÃO
Comida: 8/10
Ambiente: 9/10
Serviço: 9/10
Carta de vinhos: Enxuta, com opções em conta.
Preços: Moderados. Há opções de menu com entrada, prato principal e sobremesa a R$ 80,00.

Dica extra: Como muitos restaurantes da Serra, o Sítio Gastronômico só abre nos fins de semana, servindo almoço e jantar aos sábados e almoço aos domingos. E uma vez por mês há show de jazz no jantar de sábado.

Jornalista, carioca e tricolor

Jornalista, carioca e tricolor. Gasta certamente mais do que deveria em restaurantes e vinhos e hoje em dia só viaja para conhecer novos pratos e sabores. Considera-se um gourmet "clínica-geral": frequenta botecos de má fama do Centro do Rio com a mesma paixão que sente ao entrar num três estrelas Michelin. Apesar disso, não consegue esconder uma mal disfarçada predileção por lugares clássicos, com história, pátina e estrada. Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), trabalhou em algumas das principais redações do País, como Gazeta Mercantil, O Estado de S.Paulo e O Globo. Além do Rio, já morou em São Paulo, Buenos Aires (onde foi correspondente do Globo) e Brasília. Hoje é sócio-diretor da FSB Comunicação, a maior empresa de Comunicação Corporativa do Brasil.

Um Comentário

  1. Excelente. O local , atendimento e o ponto alto
    o sabor da comida. Parabéns a toda a equipe.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.