Cerrado no Prato vai de 17 a 26/1, em três cidades

Magret de pato ao molho de jamelão, acompanhado de purê de mangarito e saladinha de PANCs do Bla's Cozinha Criativa

O Festival Gastronômico Cerrado no Prato acontece entre os próximos dias 17 e 26 de janeiro, simultaneamente, em Brasília, Goiânia e São Paulo. Com apoio da Central do Cerrado, a iniciativa é de um coletivo de chefs e pesquisadores, que se uniu em torno da proposta de valorização dos produtos do cerrado, segundo maior bioma do Brasil.

Esta é a primeira edição do festival. Por 10 dias, restaurantes das três cidades vão oferecer um ou mais pratos criados especialmente para o evento, a partir de  ingredientes do cerrado. A exemplo do magret de pato ao molho de jamelão, acompanhado de purê de mangarito e saladinha de PANCs (foto no alto), que o chef Gabriel Blas servirá no Bla’s, em Brasília.

Ou o bolinho de chuva do errado (bolinho de chuva com farinha de jatobá recheado com geleia de cagaita), criado pelo chef Eduardo Nobre criou para o IVV Swine Bar, também em Brasília. O bar de vinhos da 314 Norte, aliás, entra no festival com nada menos que cinco preparos, sendo um deles um drink: calango do cerrado (cachaça, água tônica, coquinho do cerrado e licor de baru).

De Brasília, são 13 participantes, incluindo padarias, cafés e até a banca de Leo Hamu na Ceasa, que venderá chica doida, prato típico goiano à base de linguiça suína, milho e queijo. De Goiânia, serão cinco, incluindo as três casas do prestigiado chef Ian Baiochhi (1929 Trattoria Moderna, Íz e Grá Bistrô). E em São Paulo, também cinco, incluindo o Balaio IMS, de , e o Corrutela, de Cesar Costa.

Confira todos os participantes, receitas e preços no site oficial do Festival Gastronômico Cerrado no Prato.

 

 

Jornalista

Jornalista paraibano radicado em Brasília. Há 30 anos, trabalha com jornalismo cultural e, mais recentemente, com os assuntos de gastronomia. Passou pelas redações do Jornal de Brasília, Correio Braziliense, Jornal da Paraíba, Veja Brasília e site Metrópoles. É autor do livro O Fole Roncou, finalista do Prêmio Jabuti em 2013. Atualmente, também é editor do Boníssimo (link para bonissimo.blog), blog que aborda assuntos de cultura, diversão e ações positivas. Está no Gastronomix desde sua criação em 2009.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.