Bahia de todos os deuses…

bahia-rafael

“Bahia, os meus olhos estão brilhando
Meu coração palpitando
De tanta felicidade”

Os versos acima escritos são de um dos maiores sambas de enredo de todos os tempos, “Bahia de todos os deuses”, hino do Acadêmicos do Salgueiro imortalizado no carnaval de 1969 na voz da superlativa Elza Soares.

A Bahia é igualmente superlativa; um daqueles lugares abençoados que reúnem o que o Brasil tem de melhor: paisagens deslumbrantes (e que praias!), cultura efervescente, povo caloroso, rica culinária, clima agradável. Na Bahia, o Brasil é mais Brasil.

Depois de dois réveillons lindamente desfrutados na ilha de Boipeba (meu cantinho favorito no País), optei por explorar o litoral sul baiano desta vez, desbravando Arraial D’Ajuda e Trancoso – ambos distritos de Porto Seguro.

Compartilho aqui minhas experiências em Arraial com vocês. (Confesso que, mesmo gostando de Trancoso, achei a relação custo/benefício tenebrosa por aquelas bandas, e olha que frequentei lugares “premiados”, “badalados” e “super-recomendados”, saindo decepcionado na maior parte das vezes. Como o objetivo deste relato é compartilhar boas experiências – e não resmungar em praça pública -, decidi pular Trancoso. Me perdoa, Rodrigo?)

Abaixo, meu Top 3 em Arraial D’Ajuda, esse simpático distrito de Porto Seguro que parece um vilarejo, repleto de mata nativa e de opções gastronômicas marcantes:

NA PRINCIPAL RUA DE ARRAIAL

– Manguti
Localizado na Rua Mucugê, a caminho da praia, em uma fofíssima casinha amarela, está o Manguti, restaurante que vai completar 30 anos ano que vem. A casa tem de tudo um pouco – moqueca, bobó de camarão e nhoques caseiros. Fiquei com a última opção, escolhi carne de panela como acompanhamento (R$ 58 o prato para duas pessoas) e foi assim que dei início à minha jornada em Arraial. Saudade daquela carne de panela…

Rua do Mucugê, 99
Aberto diariamente das 12h às 23h30
Site oficial: http://www.manguti.com.br

NA BEIRA DA PRAIA

– Barraca do Faria
Quer pratos gourmet na beira da praia? A Barraca do Faria, na praia de Pitinga, tem isso e muito mais. Recomendo com o coração aberto o o prato Ybá-Piti (do tupi-guarani: Ybá- fruta e Piti- camarão): camarão grelhado com molho de abacaxi levemente picante, com creme de abóbora e arroz com coco. Custa R$ 78 (individual). Se optar pelos petiscos, a moquequinha com torradas (R$ 46) é irresistível: 200g de cubinhos de dourado preparados à baiana: com azeite de dendê, coentro e leite de coco ou à capixaba, com azeite de oliva e coentro)

NA PRAÇA DA IGREJINHA

– Café da Santa
Um dos cafés mais charmosos que eu já frequentei na vida está na Praça Brigadeiro Eduardo Gomes 134, de Arraial, perto da principal igreja de lá. Sugiro a empanada de carne (R$ 6,90), acompanhado do Café Bombom (café expresso, leite condensado, por R$ 9,90). O Café da Santa (café expresso, sorvete de creme, amarula, chantily e canela) sai por R$ 24,90. Se for no finzinho da tarde, você pode ter a sorte em esbarrar em alguma apresentação ao vivo de MPB.

“És a rainha da beleza universal,
Minha querida Bahia”
(Bahia de todos os Deuses)

RAFAEL MORAES é jornalista e trabalha no Estado de S.Paulo. É colaborador assíduo do Gastronomix.

Editores, colaboradores e convidados do portal Gastronomix.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.